Blogue do Jampa e política

Esse blogue não é político. Quem se aventura a ler os posts precendentes percebe que poucas foram as vezes que me arrisquei a opinar em questões das disputas internas do PT.  No twitter meu perfil já tem sido outro, minhas tuitadas são quase sempre tomadas de posição contundentes. Hoje, mais uma delas repercutiu num blogue de política local, aqui. Reproduzo a seguir minha resposta:

Caro Josué Nogueira,

Entendo que possa ler a reação lá no twitter como uma “mágoa dos aliados do ex- prefeito”. Contudo, a avaliação que é feita tem conteúdo político.  Você tem um nome dentro do partido responsável pela maior parte das importantes vitórias eleitorais, e que vem sendo tratado com muito desrespeito.
Você tem um prefeito que fala besteiras (tá tudo registrado, não é opinião) a respeito das finanças do governo que ele mesmo fazia parte, e alguém que, como representante desse projeto, defendeu-se publicamente, o deputado João Paulo. E ai o cara vem com essa balela de que o ex-prefeito tava querendo continuar na prefeitura, um discurso extremamente fácil porque não é passível de comprovação…
O embate político tem sido de baixíssimo nível. E quem perde mais é o partido que cambaleia no poder(com a barganha de cargos) e se desliga do foco político do projeto ora vitorioso eleitoralmente. É sempre bom não esquecer que o poder é mais transitório do que a política. É um ponto de vista político, menos emotivo do que parece ser.
Saudação,
Jampa. ”

Dito isso, diria que esse blogue continuará com o mesmo enfoque de antes. Mas vai ao poucos dar mais ênfase ao que há de político na política.

3 pensamentos sobre “Blogue do Jampa e política

  1. Estava contando ontem a uns amigos jornalistas, como ouvia de você há quinze anos atrás algumas opiniões sobre o prefeito João da Costa que hoje o ex-prefeito João Paulo repete. Quer dizer, continuo acreditando no seu faro para os assuntos políticos e fico feliz de ver que você vai admitindo que isso está na veia.

    Abraço

    Dado

    • Dado: tenho uma leitura um pouco diferente da sua. Eu acho que do ponto de vista da postura política, JP teve razão em indicar alguém de seu grupo. Isso fazia todo o sentido naquela configuração por várias razões. O que você chama de meu faro político era mais um impressionismo meu, que as vezes, principalmente em política, atrapalha mais do que ajuda. Tive sorte, digamos assim, com minha percepção. Tanto é que nunca externei aquela avaliação em público, porque era uma opinião pessoal, não baseada em nenhum fato. Agora sim temos fatos, e devemos julgar nossos homens públicos por eles. Abraço,
      Jampa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s